Prefeitura de Maringá estuda ampliar impostos para atender servidores

A Prefeitura de Maringá estuda aumentar impostos no município para fazer caixa e atender ao pedido de reajuste salarial dos servidores públicos, em greve há quatro dias, de acordo com o chefe do gabinete municipal, Luiz Carlos Manzato. A proposta, elaborada pelo sindicato que representa a categoria e vereadores, em reunião na manhã desta sexta-feira (1º), é de oferecer 4% de reajuste neste momento e o restante dividido em cinco parcelas, a partir de julho, sem retroativo. Segundo Manzato, a Câmara de Vereadores se comprometeu com a prefeitura a autorizar aumento na taxa de iluminação pública, no Imposto Sobre a Transmissão de Bens Movéis (ITBI) e no Imposto sobre Serviços (ISS). "Nós temos que tirar dinheiro de algum lugar para pagar essa conta. Então, todo mundo tem que se comprometer. O município vai fazer uma análise neste momento, inclusive analisando os aumentos de tributo, para que se chegue em um número possível para conceder esse reajuste", afirma o chefe de gabinete.

Nenhum comentário: