Sangraram a Dilma, agora sangraram o Lula

O Tribunal de Justiça de São Paulo divulgou nota na tarde desta sexta-feira (11) por meio de sua assessoria de imprensa para afirmar que a análise do processo apresentado pelo Ministério Público do estado, no qual denuncia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais 15 pessoas e ainda pede a prisão preventiva vai demandar "algum tempo". O processo está em segredo de justiça.

Nenhum comentário: