O rítmo do impeachment após a mega manifestação

Após as manifestações dos atos pró-impeachment que aconteceram em todo país neste domingo (13), o Supremo Tribunal Federal deve concluir, nesta semana, o julgamento sobre o ritmo e as regras a serem seguidas no processo de impechment da presidente Dilma Rousseff aberto na Câmara dos Deputados.
Já o PMDB está unido no Senado e a absoluta maioria agora quer a deposição de Dilma. Quanto aos simpatizantes de Dilma no PMDB, casos de Leonardo Picciani na Câmara e Requião no Senado, “serão atropelados”, diz Cunha.

Nenhum comentário: