Janot diz que virar Ministro não blinda ninguém

Na Suíça, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, comentou as gravações de conversas do ex-presidente Lula divulgadas na quarta-feira e rebateu as críticas de Lula, que reclamou da falta de gratidão de Janot, nomeado para a Procuradoria Geral da República em 2013. Janot disse que chegou a essa posição por mérito próprio, que estudou muito e que, se tem que agradecer a alguém, é à família dele. Janot também afirmou que o foro privilegiado de Lula não vai impedir os trabalhos da Justiça e disse que ser ministro não blinda ninguém. Ele vai pegar os processos que estão em Curitiba e levar para o Supremo Tribunal Federal para terem continuidade.

Nenhum comentário: