O vice presidente que falou

O vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP) afirmou a respeito dos recordes negativos de popularidade da presidente Dilma Rousseff, que "ninguém vai resistir três anos e meio com esse índice baixo". "Se continuar assim, com 7%, 8% de popularidade, de fato fica difícil", disse a empresários, em palestra promovida em São Paulo pela socialite Rosangela Lyra, do movimento Acorda Brasil, de oposição a Dilma. Ao mesmo tempo, o peemedebista garantiu que não move "uma palha" para tomar o lugar da petista.

Nenhum comentário: