Reforma política e o tempo no horário eleitoral

Sob protesto dos partidos nanicos, a emenda aprovada nesta terça (14-07-15) determina que nas eleições majoritárias (presidente, senador, governador e prefeito) valerá na distribuição do horário eleitoral apenas o tempo relativo aos seis maiores partidos da coligação, levando-se em conta suas bancadas na Câmara dos Deputados. A regra tornaria desnecessária a aliança com partidos com baixa representatividade na Casa para aumentar a exposição na propaganda gratuita.
Na verdade os deputados só pensam neles, ou seja, no poder maior que está nos grandes partidos.

Nenhum comentário: