Campanha de Richa teria recebido R$ 2 mi desviados da Receita

Um auditor da Receita Estadual preso em Londrina afirmou em depoimento ao Ministério Público que a campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB) recebeu R$ 2 milhões de dinheiro obtido ilicitamente. Segundo o auditor Luiz Antônio de Souza, os recursos eram de desvios ordenados pelo então inspetor-geral de fiscalização da Receita, Márcio Albuquerque de Lima. 
As declarações de Souza foram feitas em regime de delação premiada, em mais de 28 horas de gravações registradas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Souza e Marcio Albuquerque Lima foram dois dos presos na Operação Publicano, que investiga um esquema de propinas na Receita Estadual em Londrina. Até agora, 62 pessoas foram denunciadas à Justiça pelo esquema.

Nenhum comentário: