Lula está indignado com a corrupção

Em mais uma demonstração de que o PT não entendeu o recado das ruas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez nesta terça-feira um ato de desagravo ao ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli, que comandou a estatal entre 2005 e 2012, quando o esquema do petrolão funcionava a todo vapor. Saindo em defesa de Gabrielli, que é investigado na Operação Lava Jato e já teve os sigilos bancário e fiscal quebrados pela Justiça, o ex-presidente afirmou: "Tenho orgulho de ter sido presidente da República e ter indicado você como tesoureiro e depois presidente da Petrobras. Eu quero saber se alguém vai ter coragem de dizer que esse moço aqui estava envolvido em corrupção", disse, apontando para o ex-dirigente da Petrobras durante uma plenária na quadra do Sindicato dos Bancários, no centro de São Paulo.

Nenhum comentário: