A pedalada de Dilma poderá levar ao impeachment

A afirmação do advogado-geral da União (AGU), Luís Inácio Adams, de que as controversas "pedaladas fiscais" do governo Dilma Rousseff são uma prática recorrente é considerada por parlamentares do PSDB como mais um argumento para embasar um possível pedido de impeachment da presidente. Na tentativa de defender o governo da manobra fiscal, Adams fez nesta quinta-feira, segundo os tucanos, uma espécie de "delação não premiada".

Nenhum comentário: