Táxis que operam no Aeroporto e na Rodoviária serão padronizados

Começou a valer o decreto de número 347/2015, que prevê a padronização visual dos táxis que atendem no Terminal Rodoviário Vereador Dr. Jamil Josepetti e o Aeroporto Regional de Maringá Silvio Name Junior. Os veículos da rodoviária serão adesivados na cor verde e do aeroporto, azul. A opção conta ainda com numeração e telefone para denúncia (156) destacado na traseira de cada carro. O decreto foi assinado em 25 de fevereiro e publicado esta semana. 
O modelo do adesivo é disponibilizado pela Secretaria de Trânsito e Segurança (Setrans) para que os proprietários mantenham o padrão. O prazo para adequação é de oito meses ou na próxima troca de veículo. São 20 táxis fixos em cada um desses locais e o objetivo da padronização leva em conta os clientes atendidos. “São clientes diferenciados, muitos não moram aqui, são turistas. A intenção é valorizar a classe de taxistas e garantir um serviço de maior qualidade a esses usuários”, pontua o coordenador de trânsito da Setrans, Amauri Morais. 

Essa é a primeira etapa de um projeto que visa ainda a uniformização dos profissionais, com calça escura e camisa azul clara. Nos próximos meses a Setrans também vai oferecer uma capacitação a taxistas e seus auxiliares para atender o público externo. “Esses usuários não precisam somente do transporte, mas também informações a respeito de pontos turísticos, funcionamento do comércio, administração pública. A adesivagem vai facilitar para que o turista identifique o profissional mais capacitado para atender esse tipo de necessidade”, destaca o gerente de transportes da secretaria, Heitor Gervásio Frares. “Além de identificar, é uma forma que facilita também a fiscalização. O intuito é melhorar a categoria e o atendimento”, pontua o secretário da pasta, Ideval Oliveira. Ele observa que o curso de capacitação será oferecido para alguns segmentos e vai abordar questões turísticas, conhecimento geral da cidade, abordagem e auxílio dos clientes, por exemplo. A padronização não altera o valor da corrida, a tabela de preço vale para todos os automóveis que prestam o serviço no município. Os demais táxis permanecem com a faixa amarela destacando o veículo. A regulamentação pontua também que táxis licenciados em outras cidades estão proibidos de realizar o transporte no município, com exceção dos que comprovem que o transporte teve o ponto inicial ou final fora do âmbito territorial de Maringá.

Nenhum comentário: