Não caiu. Bateu

A descoberta de que o copiloto Andreas Lubitz deliberadamente jogou o Airbus 320-211 da Germanwings contra os Alpes, matando outras 149 pessoas, é um alerta de que toda a tecnologia empregada em segurança de voo não elimina o risco de falha humana. A tragédia é assustadora, mas a realidade é que voar nunca foi tão seguro. Reportagem de VEJA mostra que, mesmo com muito mais aviões no ar, o número absoluto de acidentes em 2014 foi o menor desde 1973.

Nenhum comentário: