Médica é sequestrada na UPA

Uma médica de 29 anos foi sequestrada enquanto trabalhava de plantão na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Segundo informações da Polícia Militar, um casal chegou à unidade na madrugada desse domingo, chamou pela médica e levou a vítima até o estacionamento. 
O sequestro ocorreu por volta da 1h20 da madrugada. A médica foi obrigada a entrar no porta-malas do próprio veículo e entregou as chaves aos sequestradores. Com o veículo, o casal que abordou a vítima deixou o local, aproximadamente, 10 minutos depois. 

Os funcionários da UPA não suspeitaram do sequestro e só avisaram a polícia por volta das 2h da madrugada. O carro foi identificado rapidamente e uma equipe da PM tentou fazer a abordagem. No entanto, o rapaz que dirigia o veículo acelerou dando início à perseguição. Algumas quadras a frente, o motorista perdeu o controle do veículo e bateu contra o muro de uma residência. A médica não se feriu e foi retirada do porta-malas. O rapaz de 19 anos foi preso em flagrante. A menina de 17 anos, que também participou do crime, foi encaminhada à delegacia. No veículo foi encontrado um revólver calibre 32. Os motivos do crime não foram revelados no momento da prisão. A PM confirmou apenas que o rapaz era ex-funcionário de uma empresa terceirizada que prestava serviço de vigilância na UPA de Pinhais. A Polícia Civil deve apurar as motivações do crime. O delegado de plantão não foi encontrado para dar entrevista.

Nenhum comentário: