Dilma poderá ser investigada

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (DEM-GO), defendeu nesta quinta-feira (12-03-15) que a presidente Dilma Rousseff seja investigada no escândalo do petrolão. Ele alega que a Constituição proíbe que o chefe do Executivo seja "responsabilizado" por atos alheios ao mandato, mas não que seja investigado. Caiado também contestou a interpretação de que eventuais irregularidades cometidas por Dilma tenham ocorrido apenas antes de ela assumir o Presidência, em 2011.

Nenhum comentário: